CÓRNEA

A Córnea localiza-se na parte anterior do globo ocular e, juntamente com a esclera, compõe a parte fibrosa e protetora do olho. A boa visão é consequência da transparência desta estrutura. Alterações no formato e na transparência da córnea podem comprometer seriamente a visão.


Funções da córnea
Desempenha papel fundamental na formação da visão. Transparente, funciona como uma lente sobre a íris (parte colorida do olho), focando a luz da pupila na direção da retina. As lágrimas (secreção lacrimal) mantêm a córnea úmida e saudável. Para o bom funcionamento da córnea é necessário que a mesma tenha transparência satisfatória e curvatura adequada. Se há perda de sua integridade, ela se torna embaçada, desfocada e a luz passa a não alcançar a retina, prejudicando sensivelmente a visão e provocando diversos transtornos que irão prejudicar o paciente no desenvolvimento das suas atividades diárias, podendo até mesmo ocasionar a perda completa da visão.

É formada por:

  • Epitélio: primeira camada, tem nervos superficiais que atuam na proteção do olho e capacidade de se regenerar sozinha;

  • Membrana de Bowman: muito resistente e que serve de barreira contra micro-organismos;

  • Estroma: parte mais espessa da córnea, ocupa 90% da sua espessura;

  • Membrana de Descernet: resistente à penetração de micro-organismos, fica mais espessa com a idade;

  • Endotélio: camada mais interna da córnea, que serve para hidratá-la.

Fonte: Ministério da Saúde/Dr. Drauzio Varella